Zines

Exibindo 61–75 de 140 resultados

  • Da importância de levar a sério o que as pessoas dizem

    R$6,00

    Esta é uma reflexão que paira entre a antropologia e a filosofia, sobre a escuta, o perspectivismo e a arte de levar a sério o que as pessoas dizem.

  • Revele-se

    R$3,00

    David Graeber, antropólogo anarquista, revigora a discussão anti-utilitarista sob a perspectiva do pensamento de Mauss elencando uma crítica à intelectualidade moderna e, ao mesmo tempo, ao utilitarismo, tomando o grupo fundado por Alain Caillé, o MAUSS, como um dos últimos antagonistas da ciência econômica que, segundo Graeber, seria a religião da modernidade.

  • A escola pública numa perspectiva anarquista

    R$10,00

    A escola pública é comumente vista como uma escola estatal. Mas será necessariamente assim? Essa mediação do Estado entre a sociedade e a educação será, de fato, necessária? Este artigo pretende mostrar que não, explorando as propostas anarquistas de educação para mostrar a viabilidade de uma escola pública não-estatal.

  • A mecanização do cadáver – a má sorte dos animais

    R$4,00

    Uma analítica da história desenha territórios de saberes que evidenciam a atualidade de se pensar a espécie como problema político e o corpo como extensão onde a política instaura verdades. Dimensionada assim, a política permite combinar práticas sobre a pena de morte, sobre o homem como espécie diante de outras espécies, sobre saberes evolucionistas e criacionistas, como experimentação histórica sobre o presente.

  • A aposta por uma teoria da abolição do sistema penal

    R$8,00

    O abolicionismo penal é apresentado como problematização pertinente do sistema de justiça penal, frente, não só a este sistema e sua lógica anacrônica, como também frente ao reformismo que o preserva sob o argumento da atualização. O ponto de vista do abolicionismo é desenhado como exterioridade que redimensiona a prática universalizante da criminalização enquanto situações problema, que demandam a participação dos envolvidos.

  • Europa, modernidade e eurocentrismo

    R$5,00

    Neste texto, o filósofo latino-americano, Enrique Dussel, questiona o eurocentrismo através do qual a história mundial tem sido contada, demonstrando o caráter ideológico da construção da centralidade da Europa neste sistema.

  • Apresentação da antipedagogia

    R$4,00

    Oferecemos, em continuação, o primeiro capítulo de “A ciganidade apagada”, ensaio escrito desde o amor ao cigano de ontem, a solidariedade com os ciganos sublevados de hoje e a ânsia de um mundo que, ante o estranho, ante o distinto, ante quantos não se nos parecem, em lugar de desenhar dispositivos de “integração”, se contentara com a mais laxa das “convivências”.

  • Questões de organização: 31 teses insurreccionalistas

    R$5,00

    O texto que se segue pretende retomar o debate sobre a organização desde uma perspectiva anarquista. Tema antigo, sempre presente, nunca terminado, ainda que haja tenha encontrado a certeza neste ou naquele modelo.

  • Corpos que pesam

    R$6,00

    Existe alguma forma de vincular a questão da materialidade do corpo com a performatividade do gênero? E como a categoria do “sexo” figura no interior de uma tal relação?

  • Cinco lições de história para antifascistas

    R$5,00

    O combate ao fascismo hoje começa pela capacidade de reconhecê-lo para além dos lugares-comuns

  • Pedagogia Libertária “versus” Pedagogia Autoritária

    R$9,00

    Por serem duas pedagogias contrastantes, José Maria Carvalho Ferreira (https://www.facebook.com/josemaria.carvalhoferreira.1/) analisa o conteúdo e as formas mais representativas da pedagogia libertária que procuraram e/ou procuram superar a natureza negativa da pedagogia autoritária capitalista.

  • Nietzsche e o anarquismo

    R$8,50

    Nietzsche e a reflexão anarquista como encontro improvável, provocador e contraditório

  • O que é Anarquia Verde

    R$4,50

    Este texto é uma tradução livremente adaptada do original em inglês, What is Green Anarchy? Traz uma pequena introdução às ideias centrais da anarquia verde, apresentando as principais vertentes e conceitos.

  • Vivendo de Amor

    R$4,00

    Muitas mulheres negras sentem que em suas vidas existe pouco ou nenhum amor. Essa é uma de nossas verdades privadas que raramente é discutida em público. Essa realidade é tão dolorosa que as mulheres negras raramente falam abertamente sobre isso.

  • Correndo no vazio

    Correndo no vazio

    R$5,50

    Este é o primeiro ensaio do livro Correndo no Vazio: A patologia da civilização (Running on Emptiness: The Pathology of Civilization, 2002), escrito pelo filósofo anarquista John Zerzan e traduzido por Roberto Seimetz em 2015. Nele, Zerzan analisa a prevalência da cultura simbólica e sua influência na construção e manutenção da civilização.

Exibindo 61–75 de 140 resultados