Divulgação Acadêmica Anárquica

Exibindo 136–150 de 209 resultados

  • Corpos que pesam

    R$6,00

    Existe alguma forma de vincular a questão da materialidade do corpo com a performatividade do gênero? E como a categoria do “sexo” figura no interior de uma tal relação?

  • Sociedade Desescolarizada

    R$28,00

    A educação universal por meio da escolaridade não é possível. Nem seria mais exequível se se tentasse mediante instituições alternativas criadas segundo o estilo das escolas atuais.

  • Queer nos trópicos

    Queer nos trópicos

    R$6,00

    Este texto busca problematizar tanto a potência da teoria queer como seus possíveis limites, formulando as seguintes indagações: estaríamos diante demais uma teoria do centro para as periferias (e que reinscreveria, noutras cores,esse divisor centro-periferia)?

  • A educação vitimada – aproximação, desde uma alteridade irreparável, a educação comunitária indígena

    A educação vitimada

    R$5,00

    A melhor maneira de aprofundar a crítica do sistema oficial de ensino mexicano consiste em apresentar a formação autóctone que, desde a implantação das escolas no alvorecer do século XX, se pretende menosprezar, caracterizando-a como a sua competidora tradicional: a educação comunitária indígena.

  • ai ferri corti

    Ai Ferri Corti

    R$17,00

    A insurreição é a rápida emergência de uma banalidade: nenhum poder pode manter-se sem a servidão voluntária de quem o tolera. Nada melhor que a revolta para revelar que quem faz funcionar a máquina assassina da exploração são os próprios explorados.

  • Anarquia e álcool

    R$8,00

    Em nossa busca por saúde, alegria, sentido da vida, fugimos de uma panaceia para a próxima – Viagra, vitamina C, vodka – ao invés de abordar nossas vidas holisticamente e localizar nossos problemas em suas raízes sociais e econômicas.

  • Preferi roubar a ser roubado

    R$28,50

    Preferi roubar a ser roubado é uma coletânea de vários autores. Aborda o ilegalismo uma expressão minoritária e marginal no anarquismo defensora do roubo das classes dominantes como forma de vida, de luta e de reparação.

  • Numa noite fria de inverno

    Oferta! R$4,00 R$3,00

    Entrevista com Vertov Rox., um dos editores da Monstro dos Mares onde conta a história da editora, processos de editoração, lançamentos e relacionamentos com as epistemologias anárquicas e dissidentes, dentro e fora da academia.

  • Multidões queer

    R$3,00

    Este artigo trata da formação dos movimentos e das teorias queer, da relação que mantém com os feminismos e do uso político que fazem de Foucault e de Deleuze.

  • Nas Entranhas da(s) Cidade(s)

    R$6,00

    Considerações sobre o movimento squatter no Brasil.

  • Recusando-se a Esperar

    R$4,00

    O Anarquismo pode aprender muito com o movimento feminista. Em muitos sentidos ele já tem aprendido.

  • Ecofascismo: Uma coletânea

    R$24,00

    Ao montarmos esta coletânea, tivemos em vista que o futuro será catastrófico e que a socialização básica do ser humano há muitos séculos é a submissão. Nos parece que as habilidades e os recursos para levarmos nossas vidas com autonomia estão longe de nossas mãos. Será que temos noção dessa incrível vulnerabilidade?

  • Das canções barulhentas que animam rebeldes

    R$2,00

    A proximidade do punk com a autogestão e os anarquismos não foi mera coincidência ou afinidade ideológica: se tocaram pelo jeito de fazer as coisas e de se inventar no mundo.

  • A servidão voluntária revisitada

    R$7,00

    O artigo investiga o problema da servidão voluntária e explora suas implicações na atual teoria política radical, assumindo que o desejo pela própria dominação mostrou-se um significativo obstáculo para os projetos revolucionários de libertação humana.

  • Não existe governo revolucionário

    R$2,50

    O governo em si é uma relação de classe. Você não pode abolir a sociedade de classes sem abolir a assimetria entre governante e governado. A economia é apenas uma das muitas esferas em que os diferenciais de poder codificados são impostos por meio de construções sociais; a política é outra. A propriedade privada do capital é para a economia o que o poder estatal é para a política.

Exibindo 136–150 de 209 resultados