Cartas da prisão de Kuwasi Balagoon

R$6,00

Kuwasi Balagoon era um Pantera Negra, um membro do Exército de Libertação Negra, um anarquista neo Afrikan, foi autor de vários textos enquanto estava na prisão, escritos que se tornaram influentes no movimento negro e anarquista desde que foram publicados e distribuídos por redes de apoio a prisioneiros anarquistas nos anos 80 e 90.

Cartas da prisão de Kuwasi Balagoon
New Afrikan Freedom Fighter
32 páginas

Kuwasi Balagoon (22 de dezembro de 1946 – 13 de dezembro de 1986), nascido Donald Weems, era um Pantera Negra, um membro do Exército de Libertação Negra, um anarquista neo Afrikan e um réu no caso Panther 21 no final dos anos 1960, pelo qual acabou absolvido. Capturado e condenado por outros crimes diversos, ele passou a maior parte da década de 1970 na prisão. Balagoon escapou da prisão várias vezes, indo para o subterrâneo e retomando a atividade na Black Liberation Army. Ele foi capturado e acusado de participar de um assalto a um caminhão blindado, conhecido como o roubo Brinks (1981), em West Nyack, Nova York, em 20 de outubro de 1981, uma ação em que dois policiais, Waverly Brown e Edward O Grady e um transportador de dinheiro (Peter Paige) foram mortos. Condenado por homicídio e outras acusações e condenado à prisão perpétua, ele morreu na prisão de pneumonia pneumocística, uma doença relacionada à AIDS, em 13 de dezembro de 1986, aos 39 anos. Balagoon foi autor de vários textos enquanto estava na prisão, escritos que se tornaram influentes no movimento negro e anarquista desde que foram publicados e distribuídos por redes de apoio a prisioneiros anarquistas nos anos 80 e 90.

Peso 30 g
Dimensões 1 × 14 × 21 cm