Entrevistas com anarquistas sobre o movimento dos coletes amarelos

R$6,00

Essas entrevistas “tem como objetivo provocar-nos, porque as posições e análises apresentadas são plurais e entram as vezes em contradição umas com as outras. Em todo caso, nos convidam a tomar parte da ação insurrecional, reafirmam que frente à violência quotidiana de um Estado que acredita ser todo poderoso, a passividade e o pacifismo não são uma opção válida”.

Coletes pretos, casacos amarelos: entrevistas com anarquistas sobre o movimento dos coletes amarelos
Zanzara athée & Enkapuzado edições
36 páginas

Essas entrevistas “tem como objetivo provocar-nos, porque as posições e análises apresentadas são plurais e entram as vezes em contradição umas com as outras. Em todo caso, nos convidam a tomar parte da ação insurrecional, reafirmam que frente à violência quotidiana de um Estado que acredita ser todo poderoso, a passividade e o pacifismo não são uma opção válida”.

Essa publicação nasce da iniciativa de uns compas que moram no território controlado pelo Estado brasileiro e que, em janeiro de 2019 quiseram entrevistar alguns anarquistas em relação ao movimento dos Coletes Amarelos. Trechos dessas entrevistas foram publicadas na revista Crônica Subversiva no número 3 e em breve no número 4.


Disponível em Agência de Notícias Anarquistas – ANA.