Crimethinc.

Exibindo todos 9 resultados

  • 7 mitos sobre a pol√≠cia

    R$1,50

    O policial comum não é um especialista em leis; ele provavelmente conhece o seu protocolo da sua instituição, mas muito pouco sobre as leis reais.

  • Trabalho (Edi√ß√£o de Emerg√™ncia)

    R$24,00

    Depois de tanto progresso tecnológico, por que temos que trabalhar mais do que nunca?

  • A contrarrevolu√ß√£o bolchevique

    R$14,00

    Olhamos cem anos para tr√°s e recordamos o anivers√°rio do massacre bolchevique contra oper√°rios, trabalhadores, camponeses, prostitutas e camaradas anarquistas que, in√ļmeras vezes, lutaram junto ao Ex√©rcito Vermelho no combate contra as for√ßas do Czar e imperialistas alem√£es que queriam restaurar a ordem que submetia milh√Ķes a desigualdade e a mis√©ria.

  • Voto vs. A√ß√£o Direta

    R$1,00

    As pessoas se preocupam com as elei√ß√Ķes em n√≠veis nada saud√°veis.

  • Contra a l√≥gica da guilhotina

    Contra a lógica da guilhotina

    R$6,00

    A Comuna de Paris queimou a guilhotina e nós devemos fazer o mesmo.

  • Voc√™ est√° sob vigil√Ęncia

    R$1,00

    Libertar espa√ßos da vigil√Ęncia refor√ßaria nossa liberdade de agir de forma privada.

  • N√£o existe governo revolucion√°rio

    R$2,50

    O governo em si √© uma rela√ß√£o de classe. Voc√™ n√£o pode abolir a sociedade de classes sem abolir a assimetria entre governante e governado. A economia √© apenas uma das muitas esferas em que os diferenciais de poder codificados s√£o impostos por meio de constru√ß√Ķes sociais; a pol√≠tica √© outra. A propriedade privada do capital √© para a economia o que o poder estatal √© para a pol√≠tica.

  • Anarquia e √°lcool

    R$8,00

    Em nossa busca por sa√ļde, alegria, sentido da vida, fugimos de uma panaceia para a pr√≥xima ‚Äď Viagra, vitamina C, vodka ‚Äď ao inv√©s de abordar nossas vidas holisticamente e localizar nossos problemas em suas ra√≠zes sociais e econ√īmicas.

  • Rumo √† anarquia: cada passo √© um obst√°culo

    R$5,00

    Rumo √† Anarquia: cada passo √© um obst√°culo ‚Äď Em 2011, milhares de pessoas ocuparam a Pra√ßa Syntagma, em frente ao parlamento em Atenas para protestar contra o governo e experimentar a democracia direta. No seu auge, mais de cem mil pessoas entraram em confronto com as autoridades.

Exibindo todos 9 resultados