Publicado em Deixe um comentário

[Áudio] Entrevista com Juliano Gonçalves da Silva na FM Cultura sobre o lançamento do livro “O índio no cinema brasileiro e o espelho recente”

O pesquisador Juliano Gonçalves da Silva participou do programa Cultura na Mesa, da FM Cultura 107.7 de Porto Alegre. Na entrevista, o autor falou sobre sua experiência com comunidades indígenas na adolescência, o processo de pesquisa para o desenvolvimento da dissertação de mestrado que deu origem ao livro “O índio no cinema brasileiro e o espelho recente” e sobre a representação de povos indígenas e ameríndios no cinema brasileiro e sul-americano.

Confira a entrevista:

Publicado em Deixe um comentário

[Podcast] Bate-papo com Daniel Santos da Silva sobre o lançamento de “Sem lamentações: filosofia, anarquismo e outros ensaios”

No dia 12 deste mês tivemos o prazer de gravar um bate-papo com nosso amigo e companheiro de luta Daniel Santos da Silva, autor do livro Sem lamentações: filosofia, anarquismo e outros ensaios.

Atualmente, Daniel é professor de Filosofia na Universidade Estadual do Paraná, campus União da Vitória. Mestre pela Universidade Estadual do Ceará, Doutor e Pós-Doutor pela Universidade de São Paulo, Daniel constrói ricos entrelaces entre suas vivências teóricas dentro da academia e suas experiências fora dela, que o levaram de Brasília a Fortaleza, a São Paulo e ao interior paranaense, além dos muitos outros lugares que fizeram parte de sua trajetória.

Em Sem lamentações encontram-se textos escritos durante um período de dez anos e, como o autor mesmo confirmou em nossa conversa, é possível à leitura atenta perceber os matizes das transformações que foram acontecendo através do passar do tempo.

Ficamos muito felizes por transferir parte da vida e do trabalho do Daniel à folha impressa, e também por termos tido a oportunidade de conversar mais sobre tudo isso com o amigo querido.

Este episódio está disponível em:

Spotify, Breaker, Google Podcasts, Overcast, Pocket Casts, Radio Public, Anchor, RSS.

O livro está disponível para download gratuito ao final desta página.


Publicado em Deixe um comentário

[Áudio] 11 de Junho – Solidariedade com todas as presas anarquistas

Salve companheiras de todas as partes do mundo, aqui falamos da Editora Monstro dos Mares desde o Brasil. As citações do áudio a seguir são do livro “Cartas de Madri e outros escritos de presos anarquistas”, publicado pela Monstro dos Mares. O que trazemos nesta publicação e neste áudio, graças à imensa colaboração da Cruz Negra Anarquista de Almada/Portugal, é uma de nossas ações para rememorarmos que hoje é dia 11 de junho, Dia Internacional de Solidariedade com Marius Mason e Prisioneirxs Anarquistas. Lembrarmos deste dia no calendário é uma maneira de lembrarmos de todas as anarquistas que cumprem penas de prisão em todos os territórios ocupados pelos Estados do mundo.

Este dia é de gerar apoios, inspirar ações de solidariedade para combater o esquecimento e sustentar a memória das lutas anarquistas. Neste momento de pandemia e insurreições mundiais, nossas respostas devem caminhar junto às memórias e ao apoio às anarquistas presas. Inspirem-se em nossas companheiras presas e invoquem suas contribuições e lembranças. Existem muitas maneiras de apoiarmos; procure uma a seu alcance e gere ações em solidariedade com todas as anarquistas sequestradas nos centros de extermínio dos Estados.

Ao trazermos neste áudio um pouco das palavras de presas anarquistas, lançamo-nos no esforço de somar em solidariedade com as pessoas que, mesmo diante da antítese da liberdade, decidem combater para que tenham fim massacres como do Carandiru, Candelária, Carajás, Brumadinho, Mariana, Copa do Mundo, Olimpíadas, Belo Monte, Genocídio do Povo Negro, Genocídio das Nações Indígenas, desamparo, maus tratos e sequestros de Imigrantes e do genocídio assistido da população brasileira vulnerável diante da pandemia do Covid-19!

Todo presx é político.
Não existe ser humano ilegal.
Por um abolicionismo penal possível e urgente!
Viva o dia 11 de Junho!
Abaixo os muros das prisões!

Forte abraço.
Livros e Anarquia.

Publicado em Deixe um comentário

Editora Subta entrevista Editora Monstro dos Mares

Em Fevereiro de 2019 as amizades da Editora Subta estiveram em Ponta Grossa para uma conversa sobre os processos da editora, financiamento coletivo, produção artesanal, ecofascismo, colapso e necessidade de espaço físico para fazer livros. A conversa foi gravada em áudio para manter um registro e poder compartilhar com mais pessoas e fica aqui nosso convite para você ouvir e compartilhar com as amizades.

Você pode fazer o download do arquivo para ouvir offline. Via Archive.org


Sumário

Nosso amigo Anders criou um sumário do áudio, obrigado.

  • [05:31 – 08:44] Apresentação dos benefícios concretos para a Editora nos 6 meses de Rede de Apoio (financiamento coletivo);
  • [08:45 – 15:50] A-Fund (Fundo Anarquista), gratuidade das corporações, dinheiro no anarquismo, Biblioteca Anarquista Lusófona
  • [15:51 – 17:45] Livro “Deserto”, o caminho para o qual as editoras caminham
  • [17:46 – 28:04] Parte III: o que é Ecofascismo? Ecofascismo versus AnarcoPrimitivismo. Livro “colapso”. Alimentos orgânicos.
  • [28:05 – 35:55] “Quando o Deserto Chegar”, ruína do sistema atual, população rural versus urbana.
  • [35:56 – 37:30] O Deserto, duto de gasolina no México.
  • [37:31 – 40:50] Livro “Colapso” e a palestra. Colapso climático, ecológico, social…
  • [40:51 – 47:20] Parte V: o que é materialmente a Editora? Gourmetização de livros independentes.

Links da entrevista

A Editora Monstro dos Mares precisa da sua ajuda para continuar, contribua com a Rede de Apoio no Catarse ou PicPay e receba materiais impressos em sua casa. 🖨️

Publicado em Deixe um comentário

Podcast: Resistência, Autonomia e Interseccionalidade

No dia 11 de Setembro de 2019 a Editora Monstro dos Mares participou da videoconferência “Resistência, Autonomia e Interseccionalidade” promovida pelo Grupo de Estudos sobre Crítica Feminista Estadunidense (GRIFES), do projeto “Vertentes da Crítica Feminista Estadunidense” (UFPB/CNPq 2019-2020).

Na conversa com as participantes do GRIFES Abobrinha e Baderna fazem um bate-papo sobre as questões relacionadas entre epistemologias dissidentes, a possibilidade de uma universidade anárquica, feminismo e interseccionalidade. O áudio não ficou perfeito, mas estamos aprendendo a gravar.


Agora a Monstro dos Mares está utilizando o aplicativo Anchor, que se apresenta como uma alternativa na distribuição de podcasts principalmente no Spotfy e em outras plataformas. Aos poucos vamos adicionar mais canais para atender os diversos agregadores de podcasts, nesse momento, você pode adicionar ao seu aplicativo o endereço RSS:

RSS: https://anchor.fm/s/1ce24980/podcast/rss


Publicado em Deixe um comentário

[podcast] A gente pode hackear qualquer coisa! Entrevista com _LobodoMar_

Dentro da garrafa trazemos uma mensagem: A gente pode hackear qualquer coisa! A assertividade dessa frase é tão incrível e carrega em si um universo inteiro de possibilidades. Nessa conversa com o hacker LobodoMar passamos por alguns temas como Matrix, autoaprendizado, open-source na educação de nível superior, royalties de produtos e pesquisas acadêmicas, ética hacker, bem comum e outros temas. Ouça a entrevista no player abaixo ou faça o download do arquivo.

Juntos somos mais!

Publicado em Deixe um comentário

[podcast] Bate-papo com Coletivo AnarcoTecnológico Mariscotron

Durante alguns dias recebemos as pessoas Coletivo Anarcotecnológico Mariscotron para conversas, paçocas, botar tinta no papel e trocas. Aconteceram dois encontros com pessoas da comunidade: o primeiro foi uma conversa sobre open-source, eletrônica, componentes, energia solar, microcontroladores PIC, robótica, domótica, entre outros assuntos com visitantes da casa Monstro dos Mares, estudantes do IFPR acompanhados de um técnico administrativo em educação e o Mariscotron (FOTO). O segundo encontro foi realizado na Estação União, a ferroviária que divide a cidade de União da Vitória (PR) e Porto União (SC) no dia 18 de Setembro. Na ocasião a conversa seria somente sobre a crítica anarquista à democracia, mas enquanto esperávamos as pessoas chegarem gravamos uma entrevista para projeto de pesquisa do Vertov sobre coletivos tech e a conversa se desdobrou para cultura hacker, tecnologia, tecnopolítica e democracia. Confira o podcast!

Participantes: abobrinha, Absort0, Chúy, João Nilson e Vertov.

mariscotron.libertar.org