Livros

Exibindo 1–15 de 63 resultados

  • Nem o centro e nem a periferia

    R$24,00

    S√£o sete textos, sete cores, sete calend√°rios e sete geografias, onde o Subcomandante Insurgente Marcos aborda sete temas: teoria, diferen√ßa, destrui√ß√£o da natureza, terra, medo, mem√≥ria e guerra. Misturando preocupa√ß√Ķes acad√™micas com a sensibilidade militante dos zapatistas.

  • O √≠ndio no cinema brasileiro e o espelho recente

    R$32,00

    Em O índio no cinema brasileiro e o espelho recente, Juliano aborda a representação de personagens indígenas no cinema ficcional brasileiro, fornecendo de um levantamento dos filmes que apresentam tais personagens. Esse levantamento começa em 1911, quando Juliano identifica o primeiro filme de ficção com personagens indígenas, atravessando as décadas até chegar aos anos 2000.

  • Guerra da Informa√ß√£o ‚Äď Cole√ß√£o Hakim Bey 1/6

    R$16,00

    Bizarras oferendas em portas de agências bancárias, guerrilhas informativas, terrorismo poético anti-sistêmico: o autor dos cultuados livros TAZ e CAOS é uma incógnita.

  • Zonas Aut√īnomas ‚Äď Cole√ß√£o Hakim Bey 2/6

    R$24,00

    A TAZ é uma espécie de rebelião que não confronta o Estado diretamente, uma operação de guerrilha que libera uma área ( de terra, de tempo, de imaginação) e se dissolve para se re-fazer em outro lugar e outro momento, antes que o Estado possa esmagá-la.

  • Futuro primitivo

    R$10,00

    O Futuro Primitivo é, para nós, a obra mais marcante de John Zerzan. Para além de refletir uma revisitação teórica da Pré-História, ataca violentamente as ideias preconcebidas da antropologia oficial e dá-nos a possibilidade de encontrar uma tênue saída para a catástrofe iminente.

  • Manifesto Ciborgue

    R$22,00

    Uma cr√≠tica ao determinismo biol√≥gico na fic√ß√£o cient√≠fica. Podem ciborgues assimilar as marca√ß√Ķes bin√°rias de g√™nero?

  • Conquistando a Liberdade ‚Äď As aventuras de Tintin (HQ)

    R$50,00

    Conquistando a Liberdade √© uma par√≥dia anarquista dos quadrinhos da s√©rie Tintin do belga Herg√©, cuja postura racista e colonialista em seus quadrinhos foi v√°rias vezes explicitada por leitoras/es e intelectuais. A publica√ß√£o original foi escrita sob pseud√īnimo de J. S. Daniels e publicado pela Atack International em abril de 1988 com o t√≠tulo de Breaking Free, adaptada e publicada em grande estilo pela Editora Deriva.

  • De Amor e Anarquia

    R$28,00

    Anarquistas sempre se ocuparam de propor e construir espa√ßos e viv√™ncias de liberdade em todas as esferas da vida, questionando hierarquias e pris√Ķes, e isso incluiu as rela√ß√Ķes amorosas.

  • PIXA√á√ÉO: A arte em cima do muro

    R$17,00

    A picha√ß√£o √© uma forma de escrita presente em grande parte dos muros e pr√©dios dos centros urbanos brasileiros, um fen√īmeno que incomoda muitas pessoas, inclusive as autoridades p√ļblicas, por se apresentar como uma express√£o de est√©tica marginal, ileg√≠vel para a maioria.

  • Anarquismo e revolu√ß√£o negra

    Oferta! R$50,00 R$45,00

    A edição brasileira de Anarquismo e Revolução Negra, do pantera negra Lorenzo Kom`boa Ervin.

  • Cole√ß√£o Hakim Bey

    Oferta! R$56,00 R$50,00

    Os três primeiros livros da Coleção Hakim Bey da Editora Deriva.

  • Mil√™nio ‚Äď Cole√ß√£o Hakim Bey 3/6

    R$16,00

    O século XX terminou há cinco anos: este é o milênio. Onde não há um segundo, onde não há oposição, onde não pode haver um terceiro, nem um, nem outro.

  • Veganarquismo 2¬™ edi√ß√£o

    R$6,00

    Embora a teoria da libertação animal e o ativismo poucas vezes sejam bem-vindos ou considerados sérios pela esquerda dominante, muitos anarquistas já começaram a reconhecer sua legitimidade, não apenas como uma causa válida, mas como um aspecto integral e indispensável da teoria radical e da prática revolucionária.

  • Trilhas dos imagin√°rios sobre os ind√≠genas e demografia antiautorit√°ria: um experimento de antropologia anarquista

    Trilhas dos imaginários sobre os indígenas e demografia antiautoritária

    R$40,00

    Esta √© uma tentativa de realizar um experimento de antropologia anarquista, juntamente aos Mebengokr√© (Kayap√≥). Percorre-se um caminho que relaciona as imagens constru√≠das sobre os povos ind√≠genas, suas classifica√ß√Ķes e articula√ß√Ķes com os poderes e suas respectivas institui√ß√Ķes desde os primeiros contatos da conquista. Logo vem uma reflex√£o sobre os desdobramentos dessas imagens e articula√ß√Ķes na transforma√ß√£o das institui√ß√Ķes pol√≠ticas, na historia, no espa√ßo e no territ√≥rio.

  • Anarquismo Anticolonial

    R$27,50

    Di√°logos entre as obras de Mikhail Bakunin e Frantz Fanon

Exibindo 1–15 de 63 resultados