Judith Butler & Michel Foucault

R$6,00

Judith Butler tem, consistentemente, se comprometido com conceitos-chave do pensamento de Michel Foucault, assim como desenvolve elementos importantes no seu pr√≥prio quadro te√≥rico como uma resposta ao que ela percebe ser inadequa√ß√Ķes na discuss√£o foucaultiana.

Judith Butler & Michel Foucault: Considera√ß√Ķes em torno da Performatividade, do Discurso e da Constitui√ß√£o do Sujeito.
Marcelo Spitzner
24 p√°ginas

A partir de seu primeiro trabalho, Subjects of Desire (1987), Judith Butler tem, consistentemente, se comprometido com conceitos-chave do pensamento de Michel Foucault, assim como desenvolve elementos importantes no seu pr√≥prio quadro te√≥rico como uma resposta ao que ela percebe ser inadequa√ß√Ķes na discuss√£o foucaultiana. Considerando esta importante influ√™ncia na obra de Judith Butler, este trabalho se prop√Ķe seguir as voltas e reviravoltas que caracterizam o engajamento de Butler com o pensamento de Foucault, concentrando-me sobre a no√ß√£o de performatividade, introduzido no primeiro cap√≠tulo de Problemas de G√™nero. A partir dessa obra, Butler constr√≥i uma no√ß√£o de poder e discurso que combina sua interpreta√ß√£o do poder foucaultiano com o discurso de Derrida, da genealogia foucaultiana como um projeto que desafia a naturaliza√ß√£o do sujeito, da formula√ß√£o de corpo situado de Beauvoir e dos efeitos materiais da linguagem propostos por Wittig. O conceito de performatividade une esses fios e os desenvolve em outras dire√ß√Ķes, como procuro demonstrar nesse artigo atrav√©s de leituras de passagens de Bodies that matter e Excitable Speech, que, respectivamente, responde √†s cr√≠ticas recebidas em rela√ß√£o a Problemas de G√™nero, evidenciando os processos iterativos que constituem a performatividade, e, atrav√©s da an√°lise de discursos injuriosos e de demandas de criminaliza√ß√£o dos que produzem esses discursos, Butler esclarece os aspectos repressivo e produtivo da lei na constitui√ß√£o dos sujeitos.

Voc√™ tamb√©m pode gostar de…