Verve

Exibindo 1–15 de 30 resultados

  • Libertários: educação da solidariedade e educação da revolta

    Libertários: educação da solidariedade e educação da revolta

    R$ 7,60

    A educação como prática anarquista, nas primeiras décadas do século XX, no Brasil, possui características próprias que a distinguem da educação limitada à escolarização hoje oferecida, de maneira impositiva, pelo Estado.

  • A repressão ao anarquismo na rússia soviética

    R$ 5,30

    A perseguição aos anarquistas russos e ucranianos, pelo governo comunista, após 1917, enuncia os efeitos da revolução que, lutando contra uma ordem, a redimensionava como governo sobre todos. Os anarquistas silenciados na Rússia, pelas perseguições, conspirações e ciladas, ou traídos na Ucrânia, afirmam, na época dos acontecimentos, uma vontade libertária que não se cala diante do autoritarismo, mesmo que revolucionário.

  • A fúria das garotas punks

    A fúria das garotas punks

    R$ 5,30

    Em meados de 1990, algumas jovens punks, esgotadas com uma conduta machista preponderante em meio ao punk, começaram a inventar maneiras de resistir e enfrentar estas condutas. As práticas instauradas por essas garotas produziram o que veio a ser conhecido como o movimento riot grrrl.

  • Conversas com um abolicionista do sistema penal

    R$ 5,30

    Louk Hulsman é professor emérito na Universidade de Rotterdam e membro de diversos foros internacionais das Nações Unidas, do Conselho da Europa e das Sociedades de Direito Penal e Criminologia. Hulsman é um abolicionista penal que desestabiliza não só o direito como o próprio abolicionismo. Desconcerta o Direito ao sacudir as certezas pensadas em torno de legalidades e ilegalidades.

  • Revele-se

    R$ 3,60

    David Graeber, antropólogo anarquista, revigora a discussão anti-utilitarista sob a perspectiva do pensamento de Mauss elencando uma crítica à intelectualidade moderna e, ao mesmo tempo, ao utilitarismo, tomando o grupo fundado por Alain Caillé, o MAUSS, como um dos últimos antagonistas da ciência econômica que, segundo Graeber, seria a religião da modernidade.

  • A escola pública numa perspectiva anarquista

    R$ 10,10

    A escola pública é comumente vista como uma escola estatal. Mas será necessariamente assim? Essa mediação do Estado entre a sociedade e a educação será, de fato, necessária? Este artigo pretende mostrar que não, explorando as propostas anarquistas de educação para mostrar a viabilidade de uma escola pública não-estatal.

  • John Cage e a vida como arte de escrever anarquista

    John Cage e a vida como arte de escrever anarquista

    R$ 5,30

    O ensaio apresenta o percurso anarquista de John Cage associando-o a suas experimentações artísticas libertárias.

  • Pierre Clastres: fragmentos de ética anarquista

    R$ 4,50

    Pouco mais de quarenta anos depois da morte de Pierre Clastres, este artigo se volta sobre alguns de seus conceitos fundamentais, tendo em vista a análise de uma série de conexões entre o seu pensamento e o dos autores clássicos do anarquismo, Piotr Kropotkin e Pierre-Joseph Proudhon. Dessa forma, procura fazer avançar a hipótese de que, antes de ser uma vertente disciplinar, é possível pensar a antropologia anarquista como uma perspectiva ética que faz das diversas formas de sociabilidade seu campo de pesquisa acerca da desobediência voluntária.

  • Das canções barulhentas que animam rebeldes

    R$ 2,40

    A proximidade do punk com a autogestão e os anarquismos não foi mera coincidência ou afinidade ideológica: se tocaram pelo jeito de fazer as coisas e de se inventar no mundo.

  • Violência contra a mulher e o abolicionismo penal

    R$ 4,20

    As Delegacias de Defesa da Mulher aparecem em decorrência de reivindicações do movimento feminista que apela ao Estado no sentido de exigir leis, e uma estrutura física adequada ao atendimento das mulheres vítimas de violência. Frente a esta conformação jurídica que naturaliza o Direito Penal, o abolicionismo é apresentado como possibilidade de romper o duplo vítima/agressor, dimensionando o conflito como situação-problema.

  • Abaixo ao desenvolvimento sustentável! Viva o decrescimento convivial!

    R$ 5,30

    O decrescimento deveria ser organizado não somente para preservar o meio ambiente, mas também para restaurar o mínimo de justiça social, sem a qual o planeta está condenado à explosão.

  • Somos todos canibais

    R$ 4,20

    O canibalismo além da forma amestrada que conhecemos é também uma designação etnocêntrica se for compreendido como do humano, todos somos canibais.

  • Guerra ao estado: o anarquismo de Stirner e Deleuze

    R$ 10,00

    O artigo explora as convergências entre Max Stirner e Gilles Deleuze em suas críticas ao Estado e à autoridade a partir da perspectiva da teoria pós-estruturalista.

  • Durruti está morto, contudo vivo

    R$ 4,20

    Emma Goldman, momentos após a morte de Durruti, escreve um breve e inesquecível texto sobre a existência revolucionária, na Espanha de 1936. (Tradução do inglês por Maria Abramo Caldeira Brant.)

  • A criança

    R$ 10,80

    A criança não é nem um anjo, nem um demônio — Ela é a consequência física, intelectual e moral das gerações anteriores — Ela é resultado da hereditariedade, da educação e do ambiente — Importância capital do problema da educação — Cultura física — Cultura intelectual: a escola atual: seu programa, seus métodos, suas condições — Cultura moral: severidade ou brandura? Proibição ou liberdade? — O exemplo. A reciprocidade. — A criança é o futuro!!!

Exibindo 1–15 de 30 resultados