primitivismo

Exibindo todos 6 resultados

  • Patriarcado, civiliza√ß√£o e as origens do g√™nero

    R$2,50

    Este ensaio do filósofo anarquista John Zerzan foi publicado na revista Gênero & Direito v. 1, n. 2, em 2011, e traduzido por Loreley Garcia. O ensaio trata sobre a relação entre crítica à civilização e crítica à imposição de papéis de gênero no patriarcado.

  • Futuro primitivo

    R$10,00

    O Futuro Primitivo é, para nós, a obra mais marcante de John Zerzan. Para além de refletir uma revisitação teórica da Pré-História, ataca violentamente as ideias preconcebidas da antropologia oficial e dá-nos a possibilidade de encontrar uma tênue saída para a catástrofe iminente.

  • Por que primitivismo

    R$3,00

    Este ensaio foi escrito pelo filósofo anarquista norte-americano John Zerzan em 2002, foi traduzido pelo Coletivo Erva Daninha e revisado por Contraciv. Ele busca apresentar as bases teóricas da perspectiva anarco-primitivista, dialogando com os principais teóricos e críticos da modernidade.

  • O que √© Anarquia Verde

    R$4,50

    Este texto é uma tradução livremente adaptada do original em inglês, What is Green Anarchy? Traz uma pequena introdução às ideias centrais da anarquia verde, apresentando as principais vertentes e conceitos.

  • Correndo no vazio

    Correndo no vazio

    R$5,50

    Este é o primeiro ensaio do livro Correndo no Vazio: A patologia da civilização (Running on Emptiness: The Pathology of Civilization, 2002), escrito pelo filósofo anarquista John Zerzan e traduzido por Roberto Seimetz em 2015. Nele, Zerzan analisa a prevalência da cultura simbólica e sua influência na construção e manutenção da civilização.

  • Jardim das peculiaridades

    R$16,00

    O Jardim das Peculiaridades √© um texto h√≠brido; espa√ßo discursivo onde confluem diversos g√™neros liter√°rios e tradi√ß√Ķes epistemol√≥gicas. A transgress√£o da homogeneidade do g√™nero e a busca de explica√ß√Ķes e solu√ß√Ķes que transcendam os padr√Ķes do pensamento ocidental s√£o partes da estrat√©gia que Sep√ļlveda ocupa para repensar de uma maneira hol√≠stica o problema da identidade e a rela√ß√£o do animal humano com o resto da natureza e com a pr√≥pria vida.

Exibindo todos 6 resultados