Publicado em 3 comentários

Mudanças nos valores e serviços dos Correios em Março

Nesta Segunda-feira, dia 25 de Fevereiro recebemos a informação da atendente dos correios que em Março haverá um novo aumento nos valores (se você recorda em 2018 subiu 43%) e também uma provável unificação dos registros (Carta, Carta Urgente, Registro Módico e Registro Urgente), transformando todas as etiquetas de registro em uma só iniciada com as letras JN, diferentemente das tradicionais RE e JT.

O serviço de registro módico para Impressos, utilizados por livreiros, editoras e fanzineiros para envios econômicos vem sofrendo modificações constantes. Em 2016 o limite de 21kg foi alterado para 2kg. O que restringiu (e muito) a divulgação científica, a distribuição de livros e o intercâmbio de materiais impressos. Já faz algum tempo, os ajustes de preço eram anunciados no blog dos correios com certa antecedência e desde 2017 essa prática foi descontinuada. Foi informado no dia 02 de Fevereiro, que os preços seriam reajustados no dia 05 do mesmo mês naquele ano. Fato que lamentamos profundamente, uma vez que os serviços serão reajustados em poucos dias e não temos direito a essa informação.

Esperamos com sinceridade que a atividade dos Correios continue sendo prestada com eficiência mesmo com a transparente política de desmonte e “competitividade” nos serviços de encomendas. Temos o compromisso buscar a melhor alternativa para o envio de livros/zines e nos solidarizamos às trabalhadoras e trabalhadores que temem pelo fechamento de diversas agências no país e a privatização da autarquia.

Por um serviço de qualidade, com valor acessível à população e garantias de direitos fundamentais da categoria!

3 comentários sobre “Mudanças nos valores e serviços dos Correios em Março

  1. “O serviço de registro módico para Impressos, utilizados por livreiros, editoras e fanzineiros para envios econômicos vem sofrendo modificações constantes. Em 2016 o limite de 21kg foi alterado para 2kg.”

    Existe um erro conceitual aí: não há limite de peso para Registro Módico! A única exigência para ele ser aplicável é o tipo de objeto sendo enviado (têm que ser livros, ou material didático). O limite de peso é para a modalidade de postagem Impresso (tanto Normal quanto Urgente). O Registro (módico ou não) é um serviço adicional que pode-se (ou não) aplicar ao Impresso. Pode confirmar isto em: https://www.correios.com.br/a-a-z/registro .

    Porém, o limite para Impresso Normal não é exatamente de 2 Kg, este é o limite para pagamentos à vista. Se vocês usarem a modalidade “a faturar”, então o limite será de 10 Kg! Podem confirmar o que digo em: https://www.correios.com.br/a-a-z/impresso-normal#tab-3 .

    Recomendo que estudem a viabilidade da modalidade “a faturar” na agência mais próxima. Ampliar em 8 Kg o limite seria uma mão na roda pra vocês, né?

    1. Interessante, mas a modalidade “a faturar” não rola. Teria que ter um CNPJ, fazer o cartão fácil dos correios, fazer um contrato mensal com a empresa. Vou nos correios 3x por semana desde 2015, tudo que era possível já foi feito. Atualmente meu receio maior é que as modalidades de carta não comercial, impresso e cartão postal sejam extintos quando o Mercado Livre ou AliExpress comprarem os Correios no vil e eminente processo de privatização.

      1. Ter um CNPJ é simples, bastaria registrar-se como MEI (Microempreendedor Individual). Pelo que sei as taxas a pagar para manter essa modalidade de registro empresarial são bem baixas.

        Não vejo como um contrato poderia ser impeditivo, considerando que o MEI fosse registrado… Cláusulas muito exigentes?

        Agora, quanto ao cartão dos Correios, realmente não tenho conhecimento suficiente. As condições para ter tal cartão são tão limitantes ou onerosas a ponto de fazer não valer a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.