abolicionismo penal

Exibindo todos 5 resultados

  • Conversas com um abolicionista do sistema penal

    R$5,00

    Louk Hulsman √© professor em√©rito na Universidade de Rotterdam e membro de diversos foros internacionais das Na√ß√Ķes Unidas, do Conselho da Europa e das Sociedades de Direito Penal e Criminologia. Hulsman √© um abolicionista penal que desestabiliza n√£o s√≥ o direito como o pr√≥prio abolicionismo. Desconcerta o Direito ao sacudir as certezas pensadas em torno de legalidades e ilegalidades.

  • Preferi roubar a ser roubado

    R$28,50

    Preferi roubar a ser roubado √© uma colet√Ęnea de v√°rios autores. Aborda o ilegalismo uma express√£o minorit√°ria e marginal no anarquismo defensora do roubo das classes dominantes como forma de vida, de luta e de repara√ß√£o.

  • A aposta por uma teoria da aboli√ß√£o do sistema penal

    R$8,00

    O abolicionismo penal √© apresentado como problematiza√ß√£o pertinente do sistema de justi√ßa penal, frente, n√£o s√≥ a este sistema e sua l√≥gica anacr√īnica, como tamb√©m frente ao reformismo que o preserva sob o argumento da atualiza√ß√£o. O ponto de vista do abolicionismo √© desenhado como exterioridade que redimensiona a pr√°tica universalizante da criminaliza√ß√£o enquanto situa√ß√Ķes problema, que demandam a participa√ß√£o dos envolvidos.

  • Viol√™ncia contra a mulher e o abolicionismo penal

    R$3,00

    As Delegacias de Defesa da Mulher aparecem em decorr√™ncia de reivindica√ß√Ķes do movimento feminista que apela ao Estado no sentido de exigir leis, e uma estrutura f√≠sica adequada ao atendimento das mulheres v√≠timas de viol√™ncia. Frente a esta conforma√ß√£o jur√≠dica que naturaliza o Direito Penal, o abolicionismo √© apresentado como possibilidade de romper o duplo v√≠tima/agressor, dimensionando o conflito como situa√ß√£o-problema.

  • Cartas de Madri

    R$18,00

    Esta colet√Ęnea re√ļne textos de pessoas que empunharam uma fina e afiada faca, n√£o apenas para ver a ferida que faz, mas que despertaram atrav√©s da viol√™ncia suas trajet√≥rias pessoais e de milit√Ęncia. Cada uma dessas cartas representam muito mais do que decis√Ķes individuais e de cunho pessoal, s√£o um modo de compreens√£o do mundo que h√°, de formas de resist√™ncia e enfrentamento ao grande inimigo.

Exibindo todos 5 resultados