Fragmentos de uma Antropologia Anarquista

R$24,00

Por toda parte o anarquismo encontra-se renascendo, florescendo outra vez enquanto filosofia e prática política de transformação social, futura e cotidiana.

Por toda parte o anarquismo encontra-se renascendo, florescendo outra vez enquanto filosofia e prática política de transformação social, futura e cotidiana. Em toda parte, menos na academia. Ativistas e teóricos anarquistas frequentemente recorrem às ciências sociais, mais especificamente à antropologia, atrás de ideias de como a sociedade poderia ser organizada, em busca de formas de vida mais igualitárias e menos alienantes. Frente a esta apropriação, não são poucos os antropólogos que horrorizados, passam a acusá-los de romantismo, quando não respondem… com silêncio. Mas e se não o fizessem? Este livro pondera sobre quais poderiam ser as respostas, e explora as potencialidades e implicações de vínculos possíveis entre a antropologia e o anarquismo. Nele, Graeber convida os leitores a imaginar como seria este campo de saber que, na atualidade, existe apenas no reino das possibilidades: a antropologia anarquista.

Fragmentos de uma Antropologia Anarquista
David Graeber
Editora Deriva
184 páginas

Você também pode gostar de…