Divulgação Acadêmica Anárquica

Exibindo 31–45 de 227 resultados

  • Nativas feministas comem tofu

    R$3,00

    Uma releitura ecofeminista e póscolonial das lendas Mi’kmaq como base para um veganismo indígena.

  • América Latina e o giro decolonial

    R$8,00

    O objetivo principal deste artigo é o de apresentar a constituição, a trajetória e o pensamento do Grupo Modernidade/Colonialidade (M/C), constituído no final dos anos 1990. Formado por intelectuais latino-americanos situados em diversas universidades das Américas, o coletivo realizou um movimento epistemológico fundamental para a renovação crítica e utópica das ciências sociais na América Latina no século XXI.

  • Adesivo monge em chamas

    R$3,00

    Adesivo “Monge em chamas”, criado pelo artista Fabio Maciel. (https://www.fmaciel.com)

  • Dialética perspectivista anarcoindígena

    Dialética perspectivista anarcoindígena

    R$15,00

    Apontando semelhanças entre reflexões de Proudhon e Lévi-Strauss, o autor demonstra a possibilidade da influência anarquista na antropologia. Desvios da política emergem e assinalam contribuições teóricas e organizacionais dos indígenas para o anarquismo, com especial atenção às alternativas dos A’uwe-Xavante.

  • Para distinguir amigos e inimigos no tempo do antropoceno

    R$4,00

    Apesar de suas ciladas, o conceito de Antropoceno oferece uma via poderosa, se usado de maneira sensata, de evitar o perigo de naturalização ao mesmo tempo em que assegura que o antigo domínio do social – o domínio do “humano” – seja reconfigurado como sendo a terra dos Terráqueos ou dos Terranos.

  • Trilhas dos imaginários sobre os indígenas e demografia antiautoritária: um experimento de antropologia anarquista

    Trilhas dos imaginários sobre os indígenas e demografia antiautoritária

    R$40,00

    Esta é uma tentativa de realizar um experimento de antropologia anarquista, juntamente aos Mebengokré (Kayapó). Percorre-se um caminho que relaciona as imagens construídas sobre os povos indígenas, suas classificações e articulações com os poderes e suas respectivas instituições desde os primeiros contatos da conquista. Logo vem uma reflexão sobre os desdobramentos dessas imagens e articulações na transformação das instituições políticas, na historia, no espaço e no território.

  • Por que Anarquistas não votam?

    R$1,00

    Este é um artigo bem simples do geógrafo e anarquista francês Élisée Reclus, que o pessoal do coletivo “existe política além do voto” criou para você distribuir feito “santinho”.

  • Falando em línguas: uma carta para as mulheres escritoras do terceiro mundo

    R$5,00

    Não é fácil escrever esta carta. Começou como um poema, um longo poema. Tentei transformá-la em um ensaio, mas o resultado ficou áspero, frio. Ainda não desaprendi as tolices esotéricas e pseudo-intelectualizadas que a lavagem cerebral da escola forçou em minha escrita. Como começar novamente? Como alcançar a intimidade e imediatez que quero? De que forma? Uma carta, claro.

  • Bruxas Parteiras e Enfermeiras

    R$17,00

    O sexismo no conjunto da sociedade assegura que a maioria feminina da força de trabalho da área de saúde sejam “boas” trabalhadoras, dóceis e passivas.

  • Podemos descolonizar os museus?

    R$4,00

    Os museus ou são pós-coloniais ou não são nada.

  • Bakunin e a Instrução Integral como parte da revolução

    R$3,00

    Já a algum tempo tornou-se lugar comum dos discursos de políticos e formadores de opinião em geral a defesa da “Educação integral” como “solução” para os problemas da Educação no Brasil. Todavia, o conceito de “Educação Integral” utilizado atualmente refere-se na maioria das vezes na proposição de ampliação do tempo do estudante na escola.

  • A universalidade de Frantz Fanon, Achille Mbembe.

    A universalidade de Frantz Fanon

    R$2,50

    Esquecemo-nos Frantz Fanon pertence a uma geração que passou pela provação do desastre…

  • Foucault e o anarquismo

    R$6,00

    Michel Foucault conhece certamente os intelectuais Etienne de La Boétie e Pierre Clastres, e um outro anarquista conhecido Noam Chomsky, com o qual teve uma conversação em 1971 em um colégio holandês (em Eindhoven) intermediado pelo anarquista Fons Elders.

  • Cibernética, Anarquismo e auto-organização

    R$8,00

    O renascimento e a reinvenção da teoria anarquista na segunda metade do século XX partilhou sua fase conceitual com o aparecimento da cibernética.

  • Libertários: educação da solidariedade e educação da revolta

    R$6,00

    A educação como prática anarquista, nas primeiras décadas do século XX, no Brasil, possui características próprias que a distinguem da educação limitada à escolarização hoje oferecida, de maneira impositiva, pelo Estado.

Exibindo 31–45 de 227 resultados