Publicado em Deixe um comentário

Correios e Corona: dicas, pedidos e prazos

fretes

Olá amizade! Primeiramente, esperamos que você esteja em casa e que esteja bem. As trabalhadoras e trabalhadores dos Correios não pararam suas atividades (ainda) e a categoria está fazendo o máximo para manter as entregas. Foi criada uma página no site dos Correios com informações sobre o Corona Vírus (Covid-19) e sobre os serviços de correspondência e encomendas.

Conforme os boletins aos clientes sobre o Covid-19, trabalhadores no chamado grupo de risco (incluindo gestantes, lactantes e aquelas pessoas com filhos em idade escolar) estão trabalhando de casa. As estações de trabalho, agências, centros de triagem e de distribuição estão operando com equipes reduzidas e os turnos de limpeza foram intensificados. Serviços de entregas expressas foram suspensos (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje e Telegramas) e um tempo adicional de 3 dias úteis para os serviços de PAC e SEDEX e de 5 dias para correspondências foi adicionado. Além disso, algumas precauções aos Carteiros foram reforçadas, como evitar contato físico na hora da entrega: com o celular, o profissional faz o registro da entrega sem a necessidade de assinar o recebimento de objetos, entre outras medidas preventivas dos Correios.

Remessas de correios

Seja como for, a Monstro dos Mares segue imprimindo e enviando materiais pelos Correios. Agendamos as coletas para terças e sextas-feiras. Portanto, na terça serão enviados os pedidos de livros e zines realizados entre sexta e segunda, e na sexta serão enviados os pedidos entre terça e quinta-feira. Assim, nosso amigo carteiro (abraço, Heveraldo!) não precisa vir coletar pacotes todos os dias e ficar ainda mais exposto. Agradecemos a gentileza de nossas amizades dos Correios em ofertar a coleta sem custos, valeu mesmo! Os valores dos fretes permanecem sem alterações.

Nossas dicas para o isolamento social

  • Fique em casa

    Se possível, fique em casa. Principalmente se você compartilhar a moradia com grupos de risco;

  • Ajude seu vizinho

    Muitos apertos surgirão para quem tem dificuldades motoras, pessoas com necessidades ou capacidades limitadas, situação de pobreza e vulnerabilidade social. Se puder, fortaleça com alimentos, fraldas, material de limpeza, itens de higiene pessoal, etc. Você sabe o que fazer: somar na solidariedade;

  • Evite inundações

    O excesso de notícias pode aumentar a ansiedade. Não há problema em parar de seguir alguém por um tempo, sair ou silenciar aquele grupo onde a galera só fala bobagem. Dê um tempo pra você;

  • Evite álcool e drogas

    Além de baixar suas defesas imunológicas, a brisa pode consumir recursos importantes para momentos difíceis. Seria bem ruim você sair de casa expondo seus co-habitantes apenas para fazer um corre;

  • Sua criatividade é bem-vinda

    Escreva um zine, afine seu violão, agilize aquela revisão bibliográfica da sua pesquisa, faça traduções para a Agência de Notícias Anarquistas, insira textos na Biblioteca Anarquista Lusófona, selecione o artigo que você escreveu e envie para Monstro dos Mares;

  • E aquela amizade com quem você não fala faz um tempão?

    Envie um e-mail carinhoso, mande um Scrap, combine uma ligação pelo app. Esse período em casa pode ser precioso para fortalecer vínculos;

  • Faça pão

    Você não precisa se preparar para uma guerra, mas será que você precisa fazer compras todos os dias? Aproveite o tempo em casa e faça pão, bolos e biscoitos. Hoje eu sou o padeiro, amanhã é você. Crianças são super bem-vindas nessa tarefa;

  • Cuide da segurança digital

    Nunca temos tempo para fazer um backup. Aproveite para verificar as rotinas de segurança dos dispositivos, introduza a Segurança de Pés Descalços nas referências de proteção da sua máquina, espertofone e do seu coletivo;

Agradecemos o apoio, mensagens carinhosas, palavras de incentivo e contribuições que estamos recebendo.

Publicado em 2 comentários

Reboot no site, HD queimado e Pandemia 🦠

reboot

Memórias do reboot: Estamos em casa, cheios de ansiedade.

Reboot no disco

Não saber o que fazer dentro de casa é uma questão curiosa. Esse ambiente deveria ser acolhedor, e ficar em casa deveria ser um alento. Mas fiquei perdido e decidi fazer um particionamento no disco rígido do computador de produção da editora, máquina THX1138, do segundo semestre de 2012. Vamos lá: utilitário de discos, partições, redimensionar, OK, reboot: BOOM! — silêncio — Perdi todos os dados do HD. Para minha sorte, 99,98% dos dados estavam presentes na ferramenta de backup online e na unidade de HD externo.

Reboot no site

Curiosamente, na mesma época eu havia solicitado um UPGRADE na conta da Monstro dos Mares no serviço de hospedagem que utilizávamos. Sem muita explicação, ao que tudo indica a conta foi DELETADA e foi criado um novo contrato com as configurações solicitadas para upgrade. Desta vez, o backup era um serviço associado à conta. Como essa conta foi excluída pela UOL Host, todos os nossos dados foram perdidos. Novo reboot. Foram três dias de muitos telefonemas e grande frustração. Ninguém sabia me explicar o que tinha acontecido, tampouco como seria reparado o problema. Até que eu desisti: estava sem disco no computador e sem site. Eu não conseguia mais dormir, nem ficar acordado. Meus olhos estavam cheios de dor.

Dos 202 itens de nossa loja virtual, conseguimos recuperar 175. Assim que possível, todos serão adicionados novamente. Dos 115 artigos do blog, foram recuperados 101. Essa recuperação foi um processo exaustivo. Tivemos que localizar, na Wayback Machine e no Cache dos principais buscadores, todos os produtos e artigos do site, baixar as imagens do Instagram e cadastrar cada item no WordPress mais uma vez, manualmente. Pude contar com abobrinha, ste e vikesl, que usaram parte do tempo de seu isolamento social para colocar o site no ar, agora utilizando outro provedor de serviços. Valeu gurias, sozinho eu não conseguira sobreviver a esse reboot!

Pandemia

Como se isso não fosse suficiente, o Corona Vírus 🦠, que já havia causado milhares de mortes na China, contaminou a Europa e chegou na América Latina afetando nossas vidas. Por muitos anos as consequências do que virá estarão presentes em nosso cotidiano. Entre erros e acertos.

Como a pandemia vai afetar as nossas vidas? Como será o cotidiano de nossas amizades, trabalhadoras e trabalhadores, moradores de rua, parentes? Faz quase uma semana que estamos em casa e já sabemos que este é somente o começo de profundas mudanças. Enquanto somos inundados por notícias e enxurradas de chorume das FakeNews, o oportunismo dos políticos, do governo e do mercado tornarão as condições das pessoas com trabalhos precarizados e daquelas sem trabalho em vidas absolutamente dispensáveis. Inclusive você e eu.

Sabemos que isso vai passar. Causará muitos danos, deixará marcas profundas, muitas perdas. Mas, cedo ou tarde, poderemos sair às ruas e virar a mesa. Suas carreiras políticas estão com os dias contados!

Cheios de fome, jantaram os ricos…

William Shakespeare -sqn

Mas enquanto ainda estamos aqui “achatando a curva”, sabendo que cerca de 52% da população brasileira será contaminada pelo Covid-19 e que isso representa diversas vezes o tamanho da Itália, nossas preocupações se voltam à manutenção da vida: abrigo, alimento, aluguel… Por isso, decidimos abrir um chamado de colaborações ao nosso Fundo de Emergências, um recurso financeiro que a editora mantém para despesas médicas desde o episódio da investigação sobre o glaucoma e catarata nos meus olhos. Esse fundo precisou ser utilizado no final de Dezembro, quando tivemos que comprar uma nova impressora e esse recurso se exauriu.

Fundo de emergência Corona Vírus (Covid-19)

Por isso, pedimos a colaboração e a solidariedade das amizades ao divulgar nossa editora artesanal para monas, minas e manos. E, se você puder, faça uma contribuição de R$ 5 para restabelecer nosso fundo de emergência, pois não sabemos como os eventos vão se desdobrar nas próximas semanas ou meses.

Grato por sua compreensão, contribuição e solidariedade. Dias melhores!

Baderna James
Editor e criador de problemas.