Publicado em Deixe um coment√°rio

Tirar do repositório e levar para o território

[Na imagem: encontro da editora com amizades e apoiadores]

A Monstro dos Mares existe para fazer as ideias circularem, chegarem por a√≠ de m√£o em m√£o. Em 2020, com pandemia e tudo, distribu√≠mos gratuitamente 821 livros e 1.211 fanzines/livretos. Hoje decidimos celebrar esse n√ļmero, porque fazemos e distribu√≠mos livros e zines artesanais, feitos √† m√£o, um a um. Queremos dividir com voc√™ essa proeza.

Mas os n√ļmeros seriam vazios de significado sem a participa√ß√£o de autoras e autores, pessoas que ajudam fazendo a leitura de materiais originais, amizades que compartilham conosco a atividade da edi√ß√£o, discutem em grupo e d√£o o encaminhamento nos textos. S√£o monas, minas e manos que participam da Monstro dos Mares fazendo as tradu√ß√Ķes, revis√Ķes, recomenda√ß√Ķes de materiais para publica√ß√£o, capistas e, evidentemente, todas aquelas que recomendam, apoiam mensalmente, fazem compras em nossa lojinha ou pegam nas distros que fortalecem a circula√ß√£o dos mais de 240 t√≠tulos que comp√Ķem o cat√°logo do site.

A tarefa de divulga√ß√£o do conhecimento produzido em nosso tempo, com o olhar para √†s pr√≥ximas gera√ß√Ķes, √© um dos motivos que nos movem para al√©m de aprender a imprimir, cortar, grampear e colar. Existimos para compartilhar nossas vis√Ķes de mundo, relatos de pr√°ticas coletivas e perguntas que emergem das inquieta√ß√Ķes humanas e sociais do s√©culo 21. Imprimir livros √© registrar esses anseios no tempo. √Č poss√≠vel que em algum momento a Monstro dos Mares deixe de existir, mas haver√° em algum canto um exemplar impresso, um arquivo guardado em algum disco HD/SSD/eMMC ou pastinha da nuvem e os livros continuar√£o com outras pessoas (ou atrav√©s delas).

Com a ajuda de quem faz parte da Rede de Apoio, conseguimos os recursos necess√°rios para imprimir 821 livros e 1.211 zines de inspira√ß√£o an√°rquica que foram distribu√≠dos gratuitamente. Al√©m disso, esses recursos muitas vezes ajudam a pagar os envios pelos Correios. S√£o bibliotecas comunit√°rias, espa√ßos sociais ou culturais, sindicatos, federa√ß√Ķes, grupos de estudos, coletivos, militantes, ativistas, bandos, bandas, pesquisadoras e singularidades em v√°rios recantos que recebem os t√≠tulos que rodamos por aqui. Colocar todo esse material na pista √© uma parte importante dos objetivos da Monstro dos Mares, por isso √© importante nossa alegria em compartilhar esses n√ļmeros mesmo em tempos t√£o cheios de not√≠cias que nos roubam os sorrisos.

Seguir fazendo livros √© um de nossos prop√≥sitos. Ao realizar a divulga√ß√£o acad√™mica de inspira√ß√£o an√°rquica, temos a convic√ß√£o de que nossa tarefa tamb√©m √© tirar do reposit√≥rio e levar para o territ√≥rio. Seguimos incentivando que cada pessoa dedique um pouquinho do seu tempo para participar nas atividades de v√°rios coletivos editoriais, n√£o apenas na Monstro do Mares. N√£o somos uma ilha: estamos em rede. Neste momento, estamos passando por um severo e comprometido isolamento, o que implica numa constante ansiedade para que a popula√ß√£o possa ser imunizada integralmente e que possamos finalmente receber pessoas em nosso espa√ßo e trocar experi√™ncias. Colar com os bandos, visitar editoras, fazer oficinas, cultivar hortas, assar p√£es no forno de barro numa tarde cheia de boas conversas em grupo, arriscar queixos/joelhos e cotovelos em velozes alicates, apoiar a instala√ß√£o de sistemas fotovoltaicos comunit√°rios rurais e urbanos. √Č tanta vontade que nem cabe num par√°grafo.

Sabemos que o cap√≠tulo p√≥s-pandemia ainda vai levar um tempo e muitas lutas para chegar. Enquanto isso, seguimos fazendo todo o poss√≠vel para nos mantermos em seguran√ßa, em solidariedade com movimenta√ß√Ķes de compas, cometendo lives, criando podcasts, gravando v√≠deos e, logicamente, fazendo muitos e muitos livros. Para isso, vamos aumentar o volume de impress√Ķes e ampliar as possibilidades de encontros entre a palavra escrita e as lutas di√°rias da nossa gente. Abrimos um espa√ßo na casa editorial para o Duplicador Digital Ricota DX-2330, uma ferramenta importante para a Monstro dos Mares seguir publicando as p√°ginas que fazem emergir, na pr√°tica, entendimentos de que h√° muitos modos de superar a normalidade e expandir horizontes de possibilidade para enfrentar todas as formas de opress√£o.

Para seguir multiplicando ideias: celebramos nossos passos, agradecemos o carinho das amizades e pedimos seu apoio de todas as formas que estiverem a seu alcance!

Os n√ļmeros de 2020

Impress√Ķes:
Livros impressos: 2.854
Zines impressos: 5.005

Distribuição gratuita:
Livros distribuição gratuita: 821
Zines distribuição gratuita: 1.211

Total de impress√Ķes de 2020: 223.444
Total de Kw gerados e consumidos com energia solar em 2020: 75Kw