Publicado em 1 coment√°rio

Isso não é uma retrospectiva (2020)

Queremos enviar um caloroso abra√ßo para monas, minas e manos que estiveram conosco nesse ano. Recebemos muito carinho, apoio e solidariedade de diversas amizades que se preocupam com nossa exist√™ncia, perman√™ncia e continuidade. Num momento especialmente dif√≠cil, nessa pandemia sem precedentes, as pessoas enviaram mensagens para saber como est√°vamos e se havia alguma necessidade urgente. Valeu mesmo! Percebemos que essa ideia de cuidado se amplificou e ganhou espa√ßo em todos movimentos. Atividades radiantes! Compas fizeram a√ß√Ķes, campanhas, publica√ß√Ķes, lives, rifas, distribui√ß√£o de comida, mutir√Ķes de desinfec√ß√£o de suas comunidades, muita movimenta√ß√£o para fortalecer nossa gente.

Continuaremos lutando para derrubar os abusos da centraliza√ß√£o do poder, do estado, das igrejas, abusadores, ju√≠zes e patr√Ķes.

Esquecer 2020 será um bom começo. Para muitas pessoas, porém, isso não será possível, pois esse ano horrível já tirou muita coisa de nós.

Entramos em distanciamento social no dia 11 de Março, praticando um severo isolamento desde então. Cancelamos a participação da Monstro dos Mares em qualquer evento presencial até que haja imunização em massa, para todas as pessoas. Não queremos participar de eventos que sejam apenas para alguns e algumas. Que a imunização se faça o quanto antes, ainda que no estado ocupado por essa milícia de mal-intencionados isso possa levar muito tempo.

Seguimos abrindo caminhos de liberdade através dos tempos sombrios. Estamos esticando os braços, arregaçando as mangas e partindo para um outro tempo, um novo capítulo. O mundo como o conhecemos até agora deixará de existir (ainda bem!). Caberá à nossa autonomia e autodeterminação que o ano que se avizinha traga outros ares, nuvens de compartilhamentos, mares de solidariedade entre nós, ventos que fortaleçam todos os bandos. Que essas águas façam brotar sementes de resistência no solo fértil das lutas do campo e da cidade e tragam coragem e força para derrubar o inimigo.

Sigamos! Cada qual tocando o barco, em uni√£o de prop√≥sitos nas mais diversas pr√°ticas e horizontes te√≥ricos fazendo enfrentamento, livros, m√ļsicas, florestas, alimentos, bicicletas, lutas, culturas e celebra√ß√Ķes.

Livros e Anarquia!
Editora Monstro dos Mares
Dezembro de 2020